quinta-feira, 3 de Julho de 2014

FIA 2014

 Olá meninas
 Tenho andado desaparecida destas lides mas não quieta.
 Pensei que num dia da semana encontraria menos gente mas este ano trocaram-me as voltas. Imensa gente que teve a mesma ideia que eu nesta quinta-feira, e workshops lotados. O que é bom sinal, gente para comprar ou ver, mas fiquei um pouco chateada, lembrei-me mas não cheguei a fazer marcação para o que queria. Bem feita. Mas na bancada da DMC/Editorial Nascimento avisaram que no blogue será colocado um passo a passo para aquilo que eu queria aprender, na arte do crochet, a mala. É só ficar atenta.
Mesmo assim não deixei de desfrutar da feira, este ano o ênfase parecia estar em tudo relacionado com tecidos. Diferentes padrões e diversificados objectos utilizando os mais bonitos tecidos. A minha sobrinha se tivesse ido devia namorar algumas das bolsas com corujas que lá havia, cada uma mais bonita que a próxima. As Associações de Artesãos também apareceram em força este ano, provavelmente uma forma mais equilibrada para os artesãos, de partilhar espaço e custos inerentes à feira.


Algumas fotos do que procurava e encontrei na feira. Material para scrapbooking, que nem sempre é fácil de encontrar, quanto mais a preços convidativos. Uma fita vermelha, cola em dupla-face, que dá até para prender fita de tecido nos albuns. Um corrector de cola, dupla-face também, que infelizmente só existia este. E por último, alfinetes flor, rasos pois não fazem volume aquando de costurar as partes envolvidas.

Um Longo Domingo de Noivado, de Sébastien Japrisot

 Esperança é disso que este livro trata, apesar de amarga a cada instante, e triste. Procura incessante pelo que aconteceu ao seu noivo, num certo dia, na zona de trincheiras, durante a primeira guerra mundial.  Quer saber o que lhe aconteceu, independentemente do que foi, bom ou mau. Se é que existe algo de bom durante a guerra.
Relatos dispersos de vários intervenientes, ao longo de vários anos, bem como de pequenas pistas que vai recolhendo e dizem entre-linhas outras coisas do que lhe foi relatado. Tudo o que sabe, transcreve vai compondo na caixinha, conversas, cartas recebidas, relatos de reuniões. A sua consciência aponta para uma outra possibilidade mas será verdade?
Admito que no principio entrosarmo-nos na história/leitura é dificil, nomes diferentes para a mesma pessoa, alcunhas a mistura, relatos no passado e no presente,  baralham o leitor e tornam-no por momentos no Sherlock Holmes moderno ao tentar decifar.  Provavelmente não agradará a todos pela mistura de suspense com romance com mistério.
Adorei, adorei.
Tenho que ver se encontro o filme.
Sinopse:
Audrey é Mathilde, uma jovem que no final da Primeira Guerra Mundial, recusa aceitar que o seu noivo morreu. Mathilde é informada que Manech morreu no campo de batalha, mas acaba por descobrir que ele fazia parte de um grupo de cinco soldados que foram condenados à morte, por um tribunal marcial, por se terem auto-mutilado para fingir ferimentos de forma a escaparem à guerra. Mas Mathilde não acredita que Manech esteja morto; se assim fosse, ela sentiria essa perda. Resolve então partir numa busca desesperada para descobrir o que realmente aconteceu a Manech.
Boas leituras

terça-feira, 1 de Julho de 2014

Finalmente...

... consegui encontrá-los. Cada vez que ia à Fnac, cuscava a seção de livros estrangeiros, para ver se já tinham chegado. Demoraram a aparecer. Procurava pelas recentes obras de J. R. Ward e de Sherrilyn Kenyon. Fica a sinopse e foto de cada livro.

. The King,

Long live the King...After turning his back on the throne for centuries, Wrath, son of Wrath, finally assumed his father's mantle- with the help of his beloved mate. But the crown sits heavily on his head.

As the war with the Lessening Society rages on, and the threat from the Band of Bastards truly hits home, he is forced to make choices that put everything - and everyone- at risk.

Beth Randall thought she knew what she was getting into when she mated the last pure blooded vampire on the planet: An easy ride was not it.

But when she decides she wants a child, she's unprepared for Wrath's response - or the distance it creates between them. The question is, will true love win out...or tortured legacy take over?
. Styxx

  
As the twin to Acheron, Styxx hasn’t always been on his brother’s side. They’ve spent more centuries going at each other’s throats than protecting their backs. Now Styxx has a chance to prove his loyalty to his brother—but only if he’s willing to trade his life and future for Acheron’s.
There are two sides to every story.  And you don’t know Styxx …
The Atlantean goddess of Wrath and Misery, Bethany was born to right wrongs. She owes Acheron a debt that she vows to repay, no matter what it takes. He will join their fellow gods in hell and nothing is going to stop her. But things are never what they seem, and Acheron is no longer the last of his line…Meanwhile, Styxx is faced with a desperate decision: To save the world, he can either join forces with the brother who betrayed him or battle the only woman who has held his heart. Which will he choose? The real fight for survival is about to begin…
E agora vamos colocar as leituras em dia :)

sábado, 28 de Junho de 2014

Granny square - em castanho

No passado fim de semana gostei imenso daquele video, acho que a sra explica muito bem como fazer a manta. Ainda vou ver se faço uma manta. Para me entreter, e experimentar, decidi e comecei a fazer um daqueles quadrados que se vê a sra fazer em crochet, chamando-lhe lá fora os granny square. Tenho vários novelos pequeninos e de cores muito gulosas, com 5grs, que antigamente se vendiam em cada lojinha, loja dos trezentos. Decidi utilizar um castanho e aqui as fotos do exemplo... 


Gostei da experiência. Esta linha em especifico é n.º 12, cor castanho médio, linha fininha, da marca Faraon, em algodão puro egipcio.

domingo, 22 de Junho de 2014

Granny Square - esquema

Retirado do-pinterest

Apesar de não ser bem este o esquema para o granny square que iniciei, é bem parecido. As diferenças sao na quantidade de pontos no canto, em que este diagrama diz dois, quando estou a fazer três, e também nos intervalos de cada aglomerado de três pontos duplo, em que o diagrama mostra um e faço com dois.

Granny Square